Relato de Atividade Cultural 1

E. E. Sebastião de Souza Bueno | 2021

Atividades Culturais

As atividades culturais visam promover o desenvolvimento do pensamento criativo dos alunos, por isso a exposição que será realizada no final do ano como forma de encerramento do projeto se tornou um mote destes encontros. Abordá-la não só permite que os alunos sejam parte da produção e elaboração deste evento e se reconheçam em seus processos de aprendizagem, como também insere conceitos e conteúdos do universo da arte em seus repertórios culturais.

Objetivos do primeiro encontro

Os primeiros encontros, realizados nos dias 14 e 15/06, foram dedicados a levantarmos algumas ideias para a exposição e as registrarmos em uma maquete de papel.
Os objetivos e conceitos abordados foram:

  1. Mapear percepções e repertórios dos alunos:
    ● Quando você pensa em uma exposição, o que vem à sua mente?
    ● Alguém já foi a uma exposição? Como era? O que você achou?

  1. Apresentar conceitos (exposição e tipos de exposição):
    ● exposições de arte x outros tipos de exposições;
    ● exposições de arte contemplativa x exposições de arte interativa x exposições de
    arte tecnológica;
    ● exposições presenciais x exposições virtuais;

  1. Analisar o preparo e a montagem de uma exposição:
    ● Elementos de uma exposição: Peças expositivas, Mobília, Cenografia, Iluminação,
    Comunicação (textos de parede e legendas)
    ● Curadoria: narrativas visuais

  1. Imaginar e planejar uma exposição:
    ● Como podemos mostrar em uma exposição nossa vivência junto à robótica?
    ● Queremos falar sobre…
    ● O que vamos expor para falar sobre isso?
    ● Como vamos expor?

Etapas do primeiro encontro

Começamos com uma conversa a partir de algumas imagens, que serviram de referência para os alunos reconhecerem e analisarem diferentes conceitos de exposição e expografia. Apontamos diferenças entre as imagens e mapeamos possibilidades e soluções para a exposição que vamos montar.

Em pequenos grupos, os alunos montaram maquetes de papel com o que desejam e imaginam para a exposição, considerando que vamos expor 3 peças/projetos de robótica e teremos ainda 2 kits para convidar o público a montar algum projeto no dia da exposição.

As maquetes foram o início do pensamento sobre a construção da exposição, por isso vamos inserir elementos a cada encontro, não há a intenção de vê-las "prontas" até o dia da montagem da exposição em si, é um espaço de criação e elaboração constante, como um caderno de ideias dos alunos.

Neste primeiro contato, algumas das ideias que surgiram para a exposição foram:

● Projetar imagens e vídeos (feitos pelos alunos e pela equipe de filmagem);
● Criar painéis com o passo a passo da montagem de cada robô que será exposto
(como no livro das oficinas de robótica);
● Organizar entre os alunos uma equipe para orientar os visitantes na montagem de
robôs; Criar materiais relacionados à exposição para espalhar pela escola;
● Expor trabalhos realizados por eles (desenhos, pinturas e esculturas) em referência
aos robôs que fizeram nas oficinas.
● Expor alguns dos projetos preferidos pelos alunos (já começaram a mapear quais
são e muitos consideraram ser importante que sejam projetos interativos).

Participação dos grupos

De modo geral, todos os alunos interagiram positivamente com as propostas. Ficaram atentos e participativos na conversa inicial e também à proposição prática. Na hora de colocar a mão na massa, alguns rapidamente se engajaram, e outros demoraram um pouco mais para se envolver, mas logo eram convidados por mim ou pelos outros integrantes do grupo a participar e se envolveram. Fui muito bem recebida pelo grupo e muitos disseram que esperam pelo próximo encontro.
Eu também!

Luciana Nobre
(Coordenadora Pedagógica Cultural)